top of page

FUNÇÃO DA DOENÇA – A doença acorda você!

Atualizado: 23 de jan. de 2021

Você tem o poder de ficar doente e de se curar também.


Para o Dr. Fernando Freitas - Médico – Ibracs - Instituto Brasileiro de Consciência Sistêmica – seguidor do Georg Groddeck - 1866-1934 - médico considerado um pioneiro da medicina psicossomática – muitas doenças podem ter origem nos conflitos e traumas não resolvidos na infância.

A doença é uma linguagem simbólica, oculta, não verbal, corporal, que força a pessoa observar os conflitos ou necessidades não atendidos. A doença pode até mostrar a fase da vida que se instalou o trauma e faz reviver os conflitos originais.

· As doenças são importantes - mostram o que você precisa ver e curar. Protege da dor, da morte ou da loucura.


· A DOENÇA É O PAINEL DO CARRO, ela indica o que está ocorrendo com a pessoa e a faz tomar consciência.

· A doença em si não mata! O que mata é o sistema doentio se não for tratado. Não adianta tirar a doença e você não entender que é a vida doentia que deve ser curada.


A DOENÇA É O ALARME - Sussurra, fala, grita, berra para você acordar e se curar.


A DOENÇA ACORDA VOCÊ! A Doença te encaminha à saúde. A doença aparece e você precisa curar, ela te faz olhar para dentro de você, para a dor da sua criança, faz você se amar e cuidar de você. Não tem outro caminho, é preciso entrar em contato com a dor que você carrega.


A DOENÇA É O SOS – o pedido de ajuda para cura de suas dores existenciais e traumas não resolvidos que você nem imagina estar lá. A dinâmica que ficou aberta, errada, não resolvida. Os pais deveriam ter visto ou sido modelos para resolver seus traumas, mas, se não enxergaram seus conflitos infantis, hoje você precisa cuidar de você, hoje você pode e tem condições como adulta de rever, ressignificar e reconstruir conceitos traumáticos, isto proporciona a cura do corpo físico.

Enfim, a doença trás limitações e impedimentos causados por crenças, traumas, pensamentos disfuncionais, significações que deu às situações, problemas, dinâmicas vivenciadas em sua infância e ainda hoje acredita, se pauta por elas, age, pensa e sente direcionados por significações infantis.

Ou!! Ficará até a morte! E, se duvidar acabará passando para filhos, o que carrega e trás de gerações anteriores por fidelidade oculta - carrega o fardo de outros para pertencer à família de origem. O que foi herdado dos bisavós, avos, pais tem raízes profundas, causando dinâmicas emocionais traumáticas que acionamos inconscientemente sem se dar conta, vivemos uma cegueira sistêmica.


E hoje, revivendo os fatos é possível Ressignificar! Tirar da dor do passado e trazer sua criança para futuro.


E QUANDO A DOENÇA TE ALIMENTA - Ser doentinho é mais confortável e preenche seu vazio. Para ser sadio tem que ter coragem de olhar para causa e curá-la.

Muitas vezes por motivos emocionais não resolvidos, como autoestima baixa, carência afetiva, falta de significação da própria vida, falta de objetivos, ou até mesmos, a falta de cuidados e atenção na fase de maternagem, deposita no outro (um filho/a, esposo/esposa, neto/a) sua sobrevivência. É visível 2 fatores:

· Fator Desencadeante – ex. afastamento de um filho

· Fator Predisponente - que predispõe, que cria as condições para o surgimento de sintoma ou de doença. – ex. filho feito para ficar comigo


COMO SE LIBERTAR DA DOENÇA – PARE DE OLHAR A DOENÇA E OLHE PARA VOCÊ

· Mudando a consciência, a mente e caminhos para vida.

· Ajudando o seu médico a te tratar, ele olha para a doença e você olha para você.

· Procurando auxílio na psicoterapia, tenha coragem de olhar a origem, a raiz da sua doença.

· Libertando a criança interior ferida.


Para Hipócrates- pai da medicina – filósofo – 300 a.C. mais importante é olhar para pessoa e não para doença. O poder de cura está no doente e não na doença ou no remédio.


Você tem o poder de ficar doente e de se curar também.

Resolva seus conflitos internos - O PODER DE CURA ESTÁ EM SUAS MÃOS!

Na próxima publicação continuaremos falando das Doenças Psicossomáticas - DOENÇAS QUE PODEM TER ORIGEM NA FALTA DE AMOR PRÓPRIO OU A NÃO ACEITAÇÃO.

Até La!

5 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

コメント


bottom of page